O time de Compliance e Investigações do KLA realizou no dia 23 de novembro o segundo encontro da série Compliance em Foco. O tema abordado foi a relação entre entes privados e como mitigar o conflito de interesses.

O debate foi conduzido pelo sócio da área, Filipe Magliarelli, ao lado de Wiliam Akamine, coordenador jurídico da empresa Quantum, parceira do evento. Além disso, o encontro também contou com a participação dos especialistas Gustavo Fernandes, diretor jurídico e de compliance do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, e Giselle Boiteux, diretora de riscos do Grupo Brookfield (confira vídeo do evento mais abaixo).

O objetivo do encontro foi explicar quais as melhores formas de monitorar a relação entre clientes e representantes comerciais ou revendedores, e quais as melhores práticas para prevenir conflito de interesses.

O conflito de interesses acontece quando questões externas ou pessoais interferem no julgamento de uma pessoa durante suas ações em uma determinada organização.

Dentro desse tópico, principalmente quando falamos de grandes grupos empresariais, surgem dúvidas sobre a relação entre entes privados dentro dessas empresas. Segundo os especialistas, a sugestão é adotar algumas práticas que podem evitar conflitos de interesse, como por exemplo:

  • a implementação de um Programa de Integridade baseado em riscos
  • o aculturamento dos colaboradores
  • a criação e o estabelecimento de controles internos sólidos

Gustavo Fernandes trouxe alguns dados do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, e explicou como foi o processo de estruturação e criação de um Programa de Integridade para o hospital.

De acordo com ele, a política de conflito de interesses deve ser aplicada em conjunto com outras políticas, normas e procedimentos já adotados, sendo obrigatória a observação por todos os colaboradores e membros da alta administração.

Compliance em série no KLA

No primeiro encontro da série Compliance em Foco, que aconteceu no dia 21 de setembro, o tema abordado foram os programas de integridade na visão da CGU (Controladoria Geral da União).

O evento contou com a participação de dois integrantes da CGU, que explicaram como a Lei Anticorrupção (Lei 12.846/2013) trouxe uma contribuição para a disseminação de uma cultura de integridade, a partir da responsabilização de empresas em atos contra a administração pública.

Clique aqui para ver a cobertura completa.

Clique na imagem abaixo para conferir o vídeo completo do evento

Clique na imagem abaixo para conferir o vídeo completo do evento